Deixa eu te contar um segredo: o apoio das comunidades é algo que vai te ajudar no seu marketing de escritor. Por que você não tenta? É simples de fazer, você conversa de maneira genuína com gente maravilhosa e ainda por cima, divulga o seu livro num nicho quente do seu mercado. O fato é que ter uma comunidade literária é uma técnica de marketing simples para escritores. Eu que achava que partilhar uma experiência assim seria alvo de pedraria, só posso dizer que tem muita gente humana no mundo e só tenho a agradecer. Mas como começar uma comunidade literária?

Por onde começar uma comunidade literária?

Primeiro de tudo, por onde começar? Essa é a pergunta que intima muitos autores. Não saber por onde dar início, porque tem tanta coisa acontecendo que é normal que fiquemos perdidos. A boa notícia é que eu já fiz isso e posso te ajudar a ir direto ao ponto, sem perder tempo nem dinheiro com coisas que não te levarão a lugar nenhum.

Para aplicar essa técnica simples de marketing para escritores e começar uma comunidade literária, existem duas maneiras simples: ou você vai até os leitores ou os traz para pertinho de si. Se for até os leitores, primeiro precisará descobrir onde eles estão (Wattpad? Reddit? Discord?). Para isso, é imprescindível que você faça um trabalho de acompanhamento com eles e responda à pergunta que vai fazer que o seu livro (partindo do princípio que seja um bom livro) decole. A pergunta é: onde estão os seus leitores? Uma vez descoberto o esconderijo desses leitores, é lá que o autor deverá começar a interagir.

A segunda maneira trazer os seus leitores até si, ou seja, simplesmente começar apanhando um bocado de leitores com quem ele tem contato e colocá-los num grupo de WhatsApp ou Telegram, como eu fiz.

O que dizer para a comunidade?

Para que uma comunidade seja de valor para o autor ela deve ser de valor para os escritoreS. Assim, trabalhe para agregar valor aos seus leitores. Enquanto você agregar valor, eles permanecerão ativos na comunidade e muito contentes em fazer parte dela. Uma comunidade literária ativa é um indicador para as editoras de que o autor tem um alto poder de traça

Fortalecendo o seu marketing pessoal no seio da comunidade

Uma das maneiras de criar esse senso de comunidade é ser autêntico e genuíno. Com a escrita de um certo artigo meu, eu queria apenas ventilar uma situação e partilhar com as pessoas aquilo que eu aprendi de mais essa experiência da vida. Queria ser sincera com todos e falar abertamente de um problema que acomete muitas mulheres e pessoas no mundo inteiro. O debate começou com o pessoal expressando suporte e em seguida evoluiu para algo muito mais sério, um problema grave que eu não relacionei ao falar simplesmente do que aconteceu comigo. De repente, o meu problema tornou-se tão pequeno perto dos que me foram relatados nas comunidades. O resultado, o nosso senso de pertencimento estreitou um laço que talvez nem existiria se eu não tivesse me aberto com a comunidade.

Problemas como assédio, racismo, fobia de gênero e por ai vai. Problemas que não fazem outra coisa além de nos deixar perplexos que em pleno século XXI num mundo em crise sanitária, ameaça de guerra na fronteira russa, guerra na Síria e tantas outras coisas, a gente ainda tenha que conscientizar as pessoas da importância de ser acolhedor à pluralidade do mundo (ou pelo menos tolerante a ela).

person holding world globe facing mountain
Porque a beleza do mundo está na sua multiplicidade.

Poder da comunidade literária: o marketing boca-a-boca

Acontece que uma comunidade literária para o autor cria buzz, espalha o seu “jeito” e pouco a pouco, coloca o seu nome na língua dos seus leitores. E se houver persistência ritmada da parte do autor, o efeito se propaga exponencialmente.

Afinal, a comunidade traz o marketing para as suas origens mais elementares e também a mais poderosa: o marketing boca-a-boca, que aproxima as pessoas e não deixa espaço para mentiras. O marketing boca-a-boca é de fato a forma mais poderosa de marketing e é o que os marketeiros tentam buscar mais e mais.

Ademais, com esse artigo, eu quero agradecer a todos que me mandaram mensagens de apoio, que partilharam o artigo e que iniciaram o debate. Além de falar de marketing, quero exprimir a minha mensagem de solidariedade e de apoio às minorias que sofrem dos abusos de gente sem a mínima consciência do outro. Eu não desejo incitar o debate aqui, o clima do blog se arruinaria. Graças às comunidades, eu recebi um apoio imenso das pessoas maravilhosas que eu conheci desde que iniciei a jornada de ser autora. Esse é o verdadeiro e autêntico marketing. A técnica de marketing simples para autores é começar, portanto, pela comunidade.
Quer entrar para a nossa? Clique aqui embaixo. Até lá!

Torne-se um AUTOR

10 comentários em “Técnica de marketing simples para escritores

  1. As vezes me pergunto se somos mesmo minorias, ou somos minorizados. Com tanta pluralidade no mundo, a tendência é apenas sermos aceitos, e aqueles ignorantes de coração, isentos de humanidade, apenas terão que aceitar. Estamos nessa terra para existir e ser, amar e sermos amados ^^

Deixe uma resposta