Quer vender mais livros e não sabe como? Esse artigo vai te dar uma dica para vender mais livros porque existem alguns aspectos que você, autor, deve tomar em conta quando está trabalhando no seu marketing literário. Para informações sobre como fazer isso, eu sugiro o artigo Técnica de marketing simples para escritores.

Por que vender mais livros?

Nos dias de hoje, é muito comum encontrar um autor debutante querendo viver dos seus livros e da sua arte literária. Toda e qualquer pessoa expressando esse desejo tem a capacidade de concretizar esse desejo. O caminho é árduo e exige muito desenvolvimento pessoal, mas é gratificante. E existem dicas para vender mais livros que ajudam o autor a colocar em prática estratégias que podem ajudá-lo nessa missão. Primeiro de tudo, cabe perguntar-se por que vender mais livros é importante?

Para o autor, independente ou não, o seu pão vem literalmente da venda dos seus livros. E cada cópia vendida, cada comentário deixado no site da Amazon, cada crítica feita (boa ou ruim, ver artigo Peitando crítica negativa) faz uma diferença enorme para o autor. Desde a crítica negativa dizendo que os personagens não estavam verossímeis até uma intriga mal-feita, isso tudo serve ao autor para melhorar e fazer melhor da próxima vez.

Acontece que num contexto como o que estamos vivendo, onde o conteúdo está cada vez mais abundante de maneira gratuita, a coisa se torna uma faca de dois gumes. Por um lado a oferta é muito maior e por outro, com tanta gente propondo conteúdo, o leitor fica cada vez mais exigente. É essencial para o autor criar o que chamamos de uma base de leitores fixos (a fanbase) que lhe permitirá vender mais e criar expectativas e previsibilidade à sua atividade literária. Sobre isso, leia o artigo Como criar uma comunidade engajada para escritores.

Dica para vender mais livros

Uma das maneiras de aumentar as vendas de um livro é entender as inteligências artificiais que atuam nos sites de venda, como o da Amazon. Existe um algoritmo que trabalha para substituir a venda humana. Assim, entender esse algoritmo é fundamental porque é ele quem vai decidir se o seu livro vale ou não a pena de ser mostrado para os possíveis compradores. Isso pode ser muito frustrante para os novos autores que ainda não têm uma base de leitores consolidada e que se assegurará de que o algoritmo se manterá ativo, mostrando os livros cada vez mais aos compradores possíveis.

Mas como é que o algoritmo sabe que o seu livro tem valor literário e mercadológico para um determinado nicho? A resposta é simples e complexa ao mesmo tempo. Se por um lado, a inteligência artificial responde à uma única pergunta “o livro vende ou não?”, por outro lado, os critérios que ela leva em conta para determinar e traçar a curva de vendas do livro são complexos e minuciosos.

Um dos critérios é o tempo psicológico de leitura e o tempo de vida de um livro.

Como assim?

No meu vídeo, eu explico direitinho o que significa isso tudo. O tempo psicológico de leitura e o tempo de vida de um livro são duas unidades que se entrelaçam.


Para mais conteúdo personalizado, entre na lista VIP do Jornal dos Autores.

Torne-se um AUTOR

Para divulgar gratuitamente a sua obra, entre no grupo do WhatsApp do Jornal dos Autores.

Deixe uma resposta