Este artigo compartilha apenas opiniões que se forjaram com o tempo e que se basearam na minha experiência de publicação e na observação do mercado literário e do gênero hot em particular.

O cenário

Sobretudo após aqueles famosos 50 tons, o mercado hot explodiu. Novos autores surgiram mimicando o best-seller e os autores que já escreviam esse gênero, simplesmente pegaram rabeta num veículo que já circulava a toda velocidade.

O que quero dizer é que os autores não tiveram que fazer muito esforço a não ser escrever uma história aceitável, ter algumas conexões e soltar o livro na natureza. Acontece que o trabalho do hot já tinha sido feito e organizado por outros autores já consolidados no mundo e no Brasil.

Como diria o meu consultor em storytelling: “sexo sempre vende”. Homem sábio e a prova é a Shakira. Foi só mudar um pouco a aparência que a mulher virou fenômeno internacional. A Shakira? Você me diz: o que é que ela tem a ver com tudo isso?

Vamos ver.

Dar aos leitores famintos o que eles querem comer

Vocês lembram de quando a Shakira cantava em espanhol a música Piez Descalzos? Talvez nem sejam do tempo antigo dela. A cantora mudou de aparência e, certamente, a sua persona mudou também. Mas será que o seu gosto e anseio por mostrar quem ela é de fato mudou? Eu tenho a minha teoria de que não, ou ela não teria escrito o álbum El dorado. Em 2018, ela fez um show aqui na Bélgica e entrou cantando Estoy Aqui como música de abertura. Quem lembra dessa? Aliás quem a conhece? Eu já ouvi gente dizendo que a cantora é americana… Certamente quem nunca tinha ouvido falar de Shakira antes de ser loira, jamais ouviu Estoy Aqui. E sabe que o público cantou junto? Shakira nem se importou. Agora que já é conhecida, já construiu sua comunidade, ela faz o que quer. Sua presença é tão forte mesmo no internacional que virou madame faz-o-que-bem-entende!

Mas o que ela tem a ver com o mercado literário e com o gênero hot?

Acontece que para fazer o sucesso que ela fez, a cantora vendeu a alma ao diabo. Tirar a roupa para que o público prestasse atenção nela, mas vestir-se novamente para que vissem quem ela era de verdade. Cantar os hits que a colocaram nos tops da parada de escuta fez a cantora perder fãs mas foi também uma estratégia de dar ao público o que ele está pedindo. A quantidade de seguidores que ela perdeu não era nada comparada à quantidade de fãs que ganhou quando deu ao mercado faminto o que ele queria comer. Agora que ela tem a fama, o pessoal sabe que o QI da Shakira é comparável ao do Quentin Tarantino, ou seja: coeficientes intelectuais mais elevados do que a média. Mas ela fez o que teve que fazer para ter visibilidade.

Calma, não estou a dizer que também tens que te vender ao sistema. Mas uma coisa é fato: para quem quer ter sucesso como autor, sobretudo independente, nos dias de hoje, é preciso estudar e conhecer de frente para trás o mercado da leitura. É preciso dar ao seus leitores o que eles querem ler se quiser um crescimento rápido. Ou deixar a lei da vida agir no crescimento orgânico da sua audiência, mas é mais lento. A escolha é de cada autor.

A estratégia do romance hot

Escrever neste gênero tornou-se hoje uma estratégia de marketing para vender porque o escritor dá ao mercado faminto o que ele quer comer.

Mas antes que você me julgue, eu quero atribuir um mérito que eu acho válido. Os 50 tons, (nem vem que você também foi assistir no cinema) teve o sucesso que teve porque expôs um enorme tabu: o sexo sado-masoquista no seio das classes-altas, nos relacionamentos considerados “normais” e entre gente como eu e você. E essa foi a diferença que você deve incluir no seu romance hot caso queira escrever algo assim.

Estou falando de um componente de transformação. Para mais informaçoões sobre isso, leia o artigo sobre escrita e transformação. Precisou apenas de um personagem forte, o Grey, interagindo com uma cápsula-vazia que é o personagem da Anastasia. Personagens cápsulas-vazias são, aliás, um truque de marketing que muitos autores comerciais utilizam para ajudar o leitor a escorregar para dentro da história mais facilmente.

Quanto aos romances hot, os que eu peguei para ler foram apenas os clássicos medievais franceses que os nerds como eu apreciam. Não tenho ideia se existe no seio de tais livros, um componente transformativo que faz toda boa história, mas se eu posso dar uma luz tênue de esperança aos demais autores: existem outros gêneros tão quentes como o erótico e você pode traçar uma estratégia de marketing a partir daquilo que você gosta de escrever. Sobre isso, ler os artigos: Estratégia de marketing simples para autores e Escreva o que gosta de escrever.

Escreva para o mercado o gênero que você gosta

A fantasia, urban-fantasy, thriller, detetive, horror… Todos eles são presentes no cenário brasileiro, com mercado já consolidado e aberto pelos mestres King, JK Rowling, Tolkiennem eu que escrevo no realismo-mágico tenho desculpa (a maioria da gente nem sabia o que era ou nem sequer ouviu falar do Saramago antes do Ensaio sobre a Cegueira).

O difícil é abrir o cabeção do leitorado brasileiro para novos autores. Daí a importância de educar o leitorado e os escritores em particular para que estes produzam histórias de qualidade. Mais sobre o assunto, leia o artigo Escritor, deixe o ambiente barulhento.

Por isso, escritor, não se deixe abater. Concentre-se no que você tem para fazer e deixe as pessoas serem felizes. Quem quer ler hot, que leia, quem quer thriller, fáfavor! E se seu negócio é pornochanchada, também vale. Arte é arte. E tem gosto para tudo.

Eu não poderia terminar antes de fazer uma homenagem à nossa amiga colombiana com um trecho da minha música favorita, Piez Descalzos, antes de ela virar amiga da Britney (de quem eu também gostava).

Perteneciste a una raza antigua

De pies descalzos y de sueños blancos

Cumplir con las tareas, asistir al colegio

Que diría la familia si eres un fracasado?

Ponte siempre zapatos, no hagas ruido en la mesa

Usa medias veladas y corbata en las fiestas

Las mujeres se casan siempre antes de 30

Si no vestiran santos y aunque así no lo quieran

Y en la fiesta de quince es mejor no olvidar

Una fina champaña y bailar bien el vals

Y bailar bien el vals.

Shakira, Piez Descalzos

Quer receber mais conteúdo grátis sobre como se tornar um autor? Inscreva-se aqui e receba um exemplar gratuito do eBook Como escrever um livro em 3 meses.

Torne-se um AUTOR

Torne-se um AUTOR

3 comentários em “O mercado literário e o gênero hot

  1. O exemplo com a Shakira foi simplesmente perfeito. As vezes precisamos nos encaixar em um determinado molde para ganhar visibilidade, mas isso não significa que devemos nos tornar aquilo. Melhor, a visibilidade pode permitir que derrubamos as vendas impostas pela sociedade.

    Por isso, conhecer bem o gênero do que desejamos entregar, saber quem é nosso público alvo é muito importante.

    Cada detalhe é um processo de crescimento e transformação.

Deixe uma resposta