Durante a minha carreira de escritora e de mentora para autores, eu ouvi a mesma coisa: “eu gostaria de escrever um livro, mas não sei o que escrever…” ou “eu não sei como ‘encher linguiça'”. Não conseguir escrever é a coisa mais normal do mundo e acontece com todas as pessoas. Mas o que é o bloqueio criativo? Por que ele acontece? E como eliminá-lo?

Por que os escritores bloqueiam e por que isso acontece?

É a falta de ideias. Quando você se senta para escrever algo que está na sua cabeça, mas por algum motivo não consegue escrever. Acontece por vários motivos: estresse, ansiedade, falta de confiança e… falta de história.

Falta de história? Como assim?

Acontece que a história decorre de uma ideia viva. Quando a ideia não está bem desenvolvida, o escritor pode bloquear.

Dicas para eliminar o bloqueio criativo

  1. Quando uma ideia aparece, coloque-a o quanto antes no papel. Ideias não ficam na cabeça e, sobretudo (oh sobretudo!), não confie na sua memória! Essa é a primeira etapa: escreva o que aparecer na sua cabeça. E rápido! Antes que a ideia vá embora.

De onde surgem as idéias para um romance? Sabe-se lá de onde, mas elas aparecem e, quando se tem alma de escritor, ou de contador de histórias, elas ficam na cabeça até que a gente decida fazer algo com elas, seja colocá-las no papel ou no computador.

Quando eu comecei a escrever o Cidade das Mandalas, eu não tinha ideia do que estava fazendo. Durante dois anos, eu escrevia e reescrevia textos sem saber exatamente o que ia fazer com eles. Até que eu entendi algo e isso me leva para a dica número 2.

2. Não tenha medo de escrever o que você está vendo

Aqui vale ouvir a intuição e confiar que a sua visão vai conduzi-lo por um horizonte desconhecido. Esse horizonte pode dar medo (quantas vezes eu não me peguei pensando “meu deus onde é que esse personagem está indo?) até ser desbravado. Porque trata-se de um horizonte desbravado, esse horizonte é só seu e o resultado final do livro será algo autêntico que ninguém escreveu antes. Foi o que aconteceu quando eu criei o meu livro Mandala de Fogo que foi um mais vendido no Amazon e que você pode ler gratuitamente aqui.

Foto do livro Mandala de Fogo

3. Quando não estiver vendo nada, as ações do seu personagem não estiverem claras na sua cabeça, significa que elas ainda não existem. Nesse caso, você pode usar algumas ferramentas para desbloquear, como tirar o tarô para os seus personagens.

Ferramentas para eliminar o bloqueio criativo

O tarô vai te ajudar a colocar todas as peças do quebra-cabeça sobre uma mesa e ir montando peça por peça. O meu conselho é apanhar um caderno e começar a desenvolver sua história para você somente, ou seja, no rascunho. Use um caderno por história (se estiver escrevendo mais que uma ao mesmo tempo), um para um enredo e um para os personagens. Organize-se com post-its dependendo da complexidade da história e com canetas de cores diferentes. No meu caso, eu utilizo a caneta azul quando desenvolvo a história do ponto de vista da narrativa e a vermelha quando desenvolvo a história do ponto de vista da técnica (por exemplo, o que eu quero comunicar com um personagem, qual é a função de um símbolo na história, etc.). Veja todos os cadernos que eu usei para desenvolver o Cidade das Mandalas.

Mas a melhor maneira de continuar a escrever um livro é não se deixar intimar pela página branca é simplesmente confiar na força da sua ideia.

vídeo: o que é o bloqueio criativo

Deixe uma resposta